Total de visualizações de página

quinta-feira, 9 de julho de 2015

A FLOR DO CAFEZAL.



Hoje o nosso Blog Candeias Casos e Acasos estará homenageando um seguimento muito importante da nossa cidade. Aquele que traz divísas para o nosso município; que labuta numa área de suporte financeiro e que oferece trabalho aos operários da área rural. E não poderíamos deixar de ressalvar que o café produzido nas lavouras de Candeias é de excelente qualidade.

O café como se sabe é um grão cuja produção não é fácil. Sempre quando o produtor faz uma revista na lavoura, ela está pedindo alguma coisa. Quando não é a chuva é o sol. Uma capina ou um adubo, a colheita, a secagem e dai a comercialização, coisa que não é, também, muito fácil devido à oscilação do preço de mercado. Enfim, trata-se de uma lavoura difícil de ser trabalhada e exige grande investimento e experiência.

As diferenças entre as regiões produtoras são impressionantes! Muitas regiões oferecem qualidades diversificadas para o café. A nossa região, por exemplo, produz um café de muito boa qualidade. Mas existem outras que já não produzem. A qualidade está sujeita, também, às intempéries. A mesma terra pode dar um café bom num ano e no próximo ano produzir outro de qualidade pior. Portanto, o produtor de café está sempre sujeito a esses elementos surpresa. 

Um dos grandes problemas do produtor de café é tratar-se de um grande investimento e na hora da safra ter que enfrentar a seca ou muitas chuvas prejudicando a qualidade do produto e, além disso, logo vir uma crise nacional ou internacional. Há muito tempo estamos vendo que a agricultura vem segurando a economia do nosso país. Mas, mesmo assim, isso não isenta o nosso cafeicultor dos seus riscos financeiros. 

A você produtor de café candeense, queremos registrar, nesta oportunidade, a nossa humilde homenagem de reconhecimento e agradecimento pelo que representa para a cultura e a economia do nosso município. É de todo patente que a atividade cafeeira além de oferecer mão de obra aos trabalhadores rurais, oferece, também, divisas ao município enquanto aquece o comercio local. Que todos aqueles que se dedicam a esta atividade recebam o nosso abraço, o nosso respeito, e os nossos votos de que a cada ano o seu produto possa corresponder com números progressivos ao seu labor dignificado pela história de Candeias. 


Para aqueles que não conhecem uma lavoura de café em flor, vamos mostrar uma aqui cantada na voz de Cascatinha e Inhana, a dupla sertaneja que esteve nos primeiros lugares das paradas de sucesso na década de 50 com essa música:  "A FLOR DO CAFEZAL".
video
Armando Melo de Castro
Candeias MG Casos e Acasos.

Nenhum comentário: